sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Cinema: 500 dias com ela

Há algumas semanas decidi fazer algo que não fazia há muito tempo: ir para o cinema all by myself. Hehe. O filme escolhido? 500 dias com ela. Fiquei tão encantada ao sair do cinema, que ontem não resisti e aluguei para assistir de novo (sim, esse é um caso estranho onde o filme que está em cartaz no cinema também já está disponível em dvd). Dirigido por Marc Webb, 500 dias com ela conta a história de Tom (vivido pelo talentosíssimo Joseph Gordon-Levitt), um escritor de cartões comemorativos que acredita cegamente no amor verdadeiro e se apaixona por Summer (Zooey Deschanel). O filme, que não é uma história de amor (algo que o narrador deixa bem claro logo nos primeiros minutos de filme), segue uma ordem não-linear alternando entre os dias que Tom e Summer passaram juntos. O que mais me chamou atenção é de como ambos os personagens parecem viver em uma década totalmente diferente da nossa, seja pelo corte de cabelo, pelas roupas ou pelo comportamento. Tudo no filme tem um toque vintage. Em determinados momentos, também podemos ver uma mistura da realidade com animação.


Outro fato que achei interessante foi a predominância da cor azul no figurino tanto da protagonista (ela sempre está usando algo dessa cor) como nos figurantes durante uma cena musical em que representa como Tom está se sentindo depois da sua primeira noite de amor com Summer. Ou seja, mesmo com uma história um tanto já clichê, o diretor conseguiu sair do convencional e tornar o filme tão interessante e charmoso de se ver, graças a esses pequenos detalhes.


Em resumo, apesar de 500 dias com ela parecer mais um "filme de mulherzinha", é na verdade um despertar para a realidade, de como às vezes investimos e nos empolgamos tanto em uma relação ao ponto de achar que não vamos mais conseguir viver sem aquela pessoa mas, que no final, sempre conseguimos superar e seguir em frente.

17 comentários:

Anônimo disse...

O reviwe tá muito bem escrito, Priscila! O filme é realmente lindo e, apesar de simples, toca o coração da gente. Adorei também o olho e fashionista reparando que a Summer tá sempre de azul e o visual é bem vintage. Parabéns! :)

Mimi disse...

Eu nao gostei muito desse filme. Apesar de esperar ele muiitoo. Mas acho que 'e uma boa dica pra que acabo de terminar um relacionamento..
Beijos

Sol disse...

Adorei o estilo vintage da Summer. So n gostei muito do filme. N consegui ver ate o final... Acabei dormindo :(
Bjsss

Debora disse...

Tbm vi o filme essa semana e esperava que fosse totalmente diferente do que é!
Gostei muito da história e do filme mas como amo a Zoey, não gostei de vê-la tão fria! rs
Queria que o filme fosse um pouco mais mulherzinha.....hehe
Bjs

Heslei disse...

Eu sempre quis ver esse filme, mas eu tenho preguiça de ir na locadora, mas acho que nem na locadora tem ainda. ._.
Esse filme parece ser lindo!
Vou tentar convencer a minha mãe pra comprar via internet.

Beijoss.

Elisa Avelar disse...

Me deu vontade de alugar o filme... Vou alugar e assistir aqui em casa. Beijos meus, smac!

yara disse...

Oie, adorei o texto ficou muuito bem escrito, ainda não assisti esse filme, mas estou ansiosa para ver pelo fato de todos que assistem dizerem que ele não e bem um "filme mulherzinha" e eu gosto de filme assim.

Anônimo disse...

Poxa, quanta observação! ¬¬ Um tanto quanto atrasado seu post sobre esse filme que já faz uma vida que foi lançado. E desculpe dizer, mas textinho clichê esse seu sobre a filosofia do desapego. Sorry!

cida souza disse...

oi Pri!adorei seu blog,eu gostei do filme,gostei do comentário ,você escreve muito bem parabéns,aindo chego la rsss,estou começando um blog agora,ms não tenho experiência,depois da uma passada la beijos http://eucharme.blogspot.com/

Pri. disse...

ANÔNIMO 2: Darling, esse post pode até estar atrasado para você, mas não é minha culpa se só chegou nos cinemas da minha cidade agora. Não posso fazer nada quanto a isso. Quanto ao texto, é clichê porque, enfim, é a moral do filme. Beijãoo ;*

No Interior disse...

Pri,
Eu amei esse filme, já indiquei pra algumas amigas e pra quem não viu, vale a pena ver (até meu marido gostou... hehehehe).
É um filme que me surpreendeu, esperava um filme beeeeeem mulherzinha(que eu adoro) e não é!
Ótimo mesmo!

Beijos da Paty

Daniel Aragão disse...

Ele é igual ao coração de cavaleiro, amor. uaehhae. te amo, linda.

Hannah Sá disse...

Bem legal esse filme (apesar de minhas expectativas terem sido diferentes), eu fiquei me perguntando qual seria a cor da outra guria (Autumn? - faz tempo que eu vi), laranja?

kelly disse...

valeu pela dica! vou alugar!

Camila Moraes disse...

Estou louca pra ver esse fillme amiga!! Tava passando no avião quando eu viajei, mas eu dormi kkkk..
Beijos

camilinha disse...

Eu simplesmente AMEI esse filme, achei super original, e o final? amei amei amei. Assisti com meu namorado, e ele nem acreditava muito no filme, quando começou ele tava fazendo palavra cruzada, nem aí, depois ele achou interessante e ficou satisfeito, assistiu o filme todo e no final ainda falou: - Até que eu gostei!
kkkk, sem contar que a Zoey ficou super boa nessa personagem.

Jéssica disse...

ai, eu amei esse filme! me identifiquei demais. zooey e joseph estão lindos!